Início > Transparência > Comitê de Investimentos


Comitê de Investimentos

O Comitê de Investimentos é o órgão colegiado criado pelo Decreto Municipal nº 18.160 de 17 de maio de 2019. Atende à Resolução do Conselho Monetário Nacional- CMN nº3.922/2010 de 25 de novembro de 2011, e à Portaria MPS nº 519, de 24 de agosto de 2011.

O Comitê de Investimentos tem a finalidade de auxiliar e participar no processo de elaboração e tomada de decisão quanto à execução da Política de Investimentos; e quanto às decisões de aplicação e resgate dos recursos financeiros resultantes de repasses e contribuições previdenciárias dos órgãos patrocinadores, dos servidores ativos, inativos e pensionistas, bem como de outras receitas do IPSM, por meio do debate de questões estratégicas e conjunturais quanto aos investimentos do IPSM, para equalizar os níveis de informação; uniformizar as interpretações e os procedimentos operacionais, visando assegurar e preservar o crescimento do patrimônio do IPSM, objetivando honrar seus compromissos previdenciários, bem como propor por meio de documento formal a Política de Investimentos para apreciação, deliberação e aprovação do Conselho Administrativo.

O Comitê de Investimentos tem por responsabilidade: elaborar a Política de Investimentos e garantir o seu cumprimento; acompanhar e analisar a conjuntura, cenários e perspectivas do mercado; fazer avaliação da conveniência e adequação de investimentos; sugerir medidas legais de seleção e contratação de instituições financeiras para aplicação dos recursos do IPSM; traçar as estratégias de composição dos ativos e definir a alocação dos recursos com base nos cenários; analisar e emitir parecer aos relatórios mensais de acompanhamento dos investimentos do IPSM.

O Comitê de Investimentos se reúne ordinariamente uma vez por mês, e extraordinariamente em outras ocasiões, quando necessário. Todas os assuntos debatidos e decisões das reuniões são registrados em ata.

O Comitê de Investimentos é composto por cinco servidores, todos com certificação CPA 20, sendo estes: o Superintendente, o Diretor Financeiro, o Diretor de Benefícios, o Chefe da Divisão de Contabilidade e Tesouraria, e o Economista, sendo que, no impedimento de um desses servidores, é convocado um servidor do quadro do Município com certificação CPA - 20.